Saiba mais detalhes sobre como nosso país é um dos maiores fabricantes de lingerie do mundo

Você sabia que o Brasil é o quinto maior produtor de peças íntimas do mundo? São produzidas cerca de um bilhão e meio de peças de lingerie por ano. Além disso, movimentam um grande capital. E falando de Brasil, não é de hoje que se é comentado o gosto “peculiar” da mulher brasileira em relação a biquínis e peças íntimas que, geralmente são modelos digamos, bem menores dos preferidos por mulheres de outros países.
A moda íntima Brasileira é comentada e tem visibilidade no mundo todo e seu destaque se dá pela ousadia e inovação constante das peças. Mas, se engana quem pensa que só de sensualidade e ousadia se vive o comércio de lingerie nacional. A propósito, modelos românticos e confortáveis tem virado bastante a cabeça das mulheres e até dos homens, principalmente dos consumidores mais jovens (segundo estudos, cerca de 23%).

Nos últimos anos tem se observado grande queda nos números de procura de modelos básicos, sérios e dos famosos clássicos, oposto do crescimento de peças ousadas, divertidas, românticas, jovens.

Dados divulgados pelo IEMI – Instituto de Mercado/ Instituto de Estudos de Marketing Industrial apontam diversas curiosidades sobre consumidores brasileiros de moda íntima. Algumas delas são:

  • A venda de sutiãs ainda é alvo principal das consumidoras e cerca de 56% das compras de moda íntima são de sutiãs.
  • 65% dos consumidores compram modelos de peças íntimas mensalmente, pelo menos uma vez ao mês, sendo um gasto aproximado das mulheres R$ 100,00 e dos homens, por incrível que pareça um gasto um pouco maior de, basicamente R$ 120,00.
  • A principal faixa etária das consumidoras é de 25 a 34 anos.

Pra sorte de vocês, revendedoras de moda íntima, no Brasil temos a famosa cidade da Lingerie, em Nova Friburgo, onde você pode encontrar ótimos fabricantes  com imensa quantidade de variedades de produtos, de todos os tamanhos, modelos, cores e tipos pra sua clientela.

Pra você que está começando no mundo da revenda de peças íntimas ,temos algumas dicas pra você.

  • Como foi dito, nem só de ousadia vive a mulher brasileira porém, invista em peças sexys, ousadas e modernas pra agradar todos os públicos.
  • Peças românticas e com renda são uma boa aposta e agradam sempre!
  • Cuecas femininas estão na moda, pois além de lindas trazem o tão buscado conforto para as suas atividades cotidianas, pois nem só de fio dental viverá a mulher, não é mesmo?
  • Procure sempre ousar e escolher produtos diferentes do que o mercado está acostumado, invista em cores, variedades e tamanhos.
  • A diversidade de tamanhos é algo que atrai bastante. Fuja do padrão do P ao G. Lembre-se do PP e do Plus Size. A cliente não tem que adaptar seu corpo ao mercado, o inverso vem acontecendo e você precisa ter essas peças disponíveis.
  • A mulher brasileira geralmente usa um tamanho no busto e outro na parte debaixo, fique atenta a esses detalhes na hora de comprar conjuntos e pense em peças separadas para que a cliente monte seu próprio conjunto.

Está no sangue brasileiro o amor por festividades e farra, então aproveite isso e se jogue e se divirta na hora da revenda! Invista em chás de lingerie pra reunir a mulherada e mostrar seus produtos durante uma tarde descontraída!!! Sucesso e boas vendas a todas.