Como evitar inadimplência com as vendas de lingerie

Quem trabalha com vendas, sempre vai ter uma história ou outra para contar em sobre clientes que compraram e não pagaram.
Confira agora as nossas dicas para que você não passe por esse desconforto.

1- Não é errado cobrar

Se sua cliente fez uma compra com você,ela sabe que isso é um comprimisso. Muitas revendedoras de lingerie não conseguem cobrar suas clientes achando que ela vai ficar “chateada” ou deixar de comprar com você. Entenda que a peça que você vendeu e a pessoa não pagou você está tendo prejuízo, pois de qualquer forma você vai ter que acertar com seu fornecedor de lingerie, e tão grave quanto, você está deixando de vender ou mostrar aquela mesma peça para uma cliente que ia realmente acertar com você. Cobre. Sua cliente sabe que tem o compromisso de quitar.

2- Mantenha a postura

Ao cobrar uma cliente, use de toda a educação que você recebeu, mas seja firme e séria, para a cliente entender que não é algo aceitável. Algumas dão deculpas esfarrapadas, e se você aceitar sempre, ela vai te colocar no final da lista de itens pessoais a pagar. Seja clara e informe que você quer receber.

3- Considere vender apenas no cartão ou a vista

Evite parcelamento informal, os famosos crediários, para clientes que você ainda não conhece o perfil. Opte por cartão de crédito ou ofereça um desconto se a cliente pagar a vista. Crediários apenas para cliente de extrema confiança, já fidelizadas, e mesmo assim deixe claro as condições cado haja atraso: juros e impossibiidade de parcelar informalmente de novo. Caso você resolva, ainda assim, manter essa forma de pagamento ativa, cobre uma entrada no momento que a cliente levar a peça.

4- Cartão de crédito com acréscimo sempre

Essa forma de pagamento é bastante funcional e evita o risco de calotes, pois a cliente passa o cartão, e uma vez que a venda é autorizada, você recebe no prazo contratado com sua administradora. Se a cliente não pagar, a dívida é dela com o cartão.
como você paga taxas para ter os serviço, insira o percentual extra na compra da cliente.
Por exemplo: Você comprou uma peça a R$10,00 do seu fornecedor de lingerie. Vai vendê-la a R$30,00. Se a cliente passa essa venda no cartão, e você paga 10% para a administradora, você poderia ter de lucro nessa peça R$20,00, mas vai ter apenas R$17,00. Ofereça, nesse exemplo que estamos usando, a mesma peça no cartão, mas a 33 reais. Você lucra e não corre o risco de inadimplência por parte da cliente.

4- Ofereça o parcelamento da dívida

Em casos mais extremos, ofereça o parcelamento da dívida total, e não venda mais para essa pessoa om formas de pagamento diferentes de cartão e a vista.

Seguindo essas dicas, você reduzirá significativamente a inadimplência e menos dores de cabeça.
Conheça o perfil de suas clientes avalie os riscos.

Uma revendedora de sucesso é aquele que cria uma parede com os tijolos que jogaram em cima dela. Boas vendas!